MESTRADO EM COIMBRA com Caio Santos | Faculdade FCC - Conhecimento e Ciência

MESTRADO EM COIMBRA com Caio Santos

02/05/2020 15:00h

Notícias Dicas

447

Sabemos que a jornada acadêmica no mercado de trabalho é cada vez mais necessária. Se destacar quanto profissional pode abrir portas infinitas na realização do sonho de uma carreira promissora. Por isso, convidamos para compartilhar um pouco de sua experiência em seu mestrado na Universidade de Coimbra, o coordenador do curso de direito da Faculdade Conhecimento e Ciência, Caio Santos.

É difícil passar no processo? Como funciona?

- Bom, falar do Mestrado em Coimbra é algo muito bom, prazeroso. Existe um mito que se conta lá em Coimbra, que o difícil não é entrar na Universidade, mas sim sair dela. Esta é uma grande verdade. O processo de seleção é todo online, dando muita ênfase no histórico do aluno durante a graduação. Significa dizer que: as notas pra eles importam, sim!

Eu por exemplo tive o privilégio de ser o 1º lugar do meu Mestrado em Ciências Penais no meu ano, pois tenho coeficiente de rendimento 9,2 durante minha faculdade da Universidade Federal do Pará. Além da nota, é requerido uma carta de intenção do aluno.

Quais foram as maiores dificuldades ao fazer o mestrado em Coimbra? 

- Embora seja uma experiência ímpar, o mestrado fora do Brasil é um grande desafio pessoal e acadêmico. Pessoal porque não é fácil ser estrangeiro em outro país, com uma cultura diferente e tudo diferente. Já acadêmico, destaco que é um grande desafio, ainda mais no Direito, uma vez que você tem que aprender sobre o ordenamento jurídico local em pouco tempo. No meu caso, tive que estudar as leis penais portuguesas, para assim me preparar para as aulas e os trabalhos acadêmicos.

Mesmo com todos esses desafios, fazer o Mestrado em Coimbra foi a melhor escolha da minha vida! Uma vez que lá eu cresci como profissional, onde tive a oportunidade de vivenciar o ambiente cultural e social de um outro país, aprendendo a respeitar o outro mais ainda. Fiz grandes amizades com pessoas do mundo todo, algo inimaginável.

O que mudou na carreira de professor fazer um mestrado em outro país?

- Por fim, destaco que o principal acréscimo que tive na minha vida, foi o aprendizado sobre didática no ensino superior, pois foi lá em Coimbra que eu me apaixonei mesmo pela vida acadêmica, pois aquela cidade respira conhecimento, não é por acaso que a cidade cresceu ao redor da Universidade. Eu cheguei em Portugal uma pessoa e voltei de lá outra! Então repito: a decisão de ir estudar fora foi a melhor decisão da minha vida, pois me tornou quem eu sou hoje, uma pessoa apaixonada por dar aula e que vive para ensinar os seus alunos.

Por: Caio Santos, coordenador do curso de Direito.